imagem de uma mulher com as duas mãos pressionando a barriga
Geral

Como acabar com a retenção de líquido?

A retenção de líquidos provoca sensação de peso nas pernas, pés inchados, dificuldade para calçar sapatos, entre outros incômodos que atrapalham bastante no dia a dia.

É por isso que quem sofre com esse problema busca formas de como acabar com a retenção de líquido e ter uma qualidade de vida um pouco melhor.

Neste post, apresentamos tudo o que você precisa saber sobre a retenção de líquido, bem como dicas para eliminá-la. Acompanhe!

 

O que é retenção de líquido?

A retenção de líquido, ou edema, é um extravasamento de líquidos que estavam dentro de vasos e vão parar nos tecidos subcutâneos, ficando acumulados entre as células.

Quando há a retenção, o sinal mais perceptível é o inchaço, que costuma acometer mais as pernas e pés, mas também pode ocorrer nas mãos e barriga.

 

Como a retenção de líquido ocorre?

Nossos vasos sanguíneos são permeáveis, o que significa que permitem a saída e entrada de substâncias como a água. No decorrer do dia, pode ocorrer um extravasamento desse líquido, que sai dos vasos e fica nos tecidos ao redor.

Quando ocorre essa perda, o organismo emite um sinal para os rins, que atuam para repor esse líquido. Para isso, passam a reter água e sódio, o que acaba aumentando a quantidade de líquido corporal.

Esse é um processo comum quando se passa o dia inteiro em pé ou sentado, porém existem outros fatores que podem funcionar como gatilho para a retenção de líquido.

 

O que causa a retenção de líquido?

A retenção de líquido é uma condição multifatorial, isto é, que pode ser causada por diversos fatores. O principal e mais conhecido é ficar numa posição só durante muito tempo, como quando a pessoa trabalha sentada ou em pé.

Também ocorre com maior facilidade em dias quentes, quando há uma maior dilatação dos vasos sanguíneos. O problema pode ser provocado, ainda, por inflamações, reações alérgicas, obesidade, uso de medicamentos, sedentarismo e dietas ricas em carboidratos e sal.

Além disso, a retenção de líquido pode ser um sintoma de uma doença, como a síndrome nefrótica, hipotireoidismo, insuficiência cardíaca e cirrose hepática.

É por isso que toda retenção de líquido persistente deve ser verificada com um médico, para saber se é um sintoma de uma doença mais grave que deve ser tratada o quanto antes para evitar complicações graves.

 

Quais são os riscos da retenção de líquido?

A retenção de líquidos não costuma apresentar riscos na maioria dos casos. Mas, dependendo da quantidade retida ou do local / órgão em que ocorre, pode provocar um quadro generalizado, atingir rins, pulmões e coração. Também há a possibilidade de trombose.

No entanto, é importante reforçar que quando o edema não tem origem em uma doença, ele não traz risco algum. Uma pessoa pode reter até três litros de água por dia, o que somente causa desconforto e não compromete o funcionamento do organismo.

 

Dicas para acabar com a retenção de líquido

Existem dicas que ajudam a eliminar a retenção de líquido, conseguindo aliviar incômodos que surgem no decorrer do dia. Veja quais são essas dicas a seguir:

 

Use meias de compressão

Se sua retenção hídrica é nas pernas, use meias elásticas de compressão, que ajudam a garantir uma circulação sanguínea adequada, reduzindo o inchaço.

 

Movimente-se

Não importa onde esteja, procure se movimentar a cada duas horas, para melhorar o bombeamento de sangue pelos membros e a retenção de líquido.

A prática regular de exercícios também é importante, porque estimula a perda de líquido pelo suor e melhora a circulação sanguínea, minimizando a possibilidade de novos inchaços.

 

Descanse

O descanso é essencial para acabar com a retenção, principalmente quando se mantém as pernas esticadas e niveladas ao coração, o que possibilita uma distribuição adequada de líquido pelo corpo.

 

Alimente-se melhor

Uma alimentação inadequada aumenta a retenção de líquido, sobretudo quando o consumo de sal, embutidos, fast-food, molho shoyu, carboidratos e queijos amarelos é muito alto.

O ideal é reduzir a ingestão desses itens e dar prioridade para alimentos que combatem a retenção de líquido, como a melancia, abacaxi, melão e pera, além dos iogurtes.

 

Use suplementos diuréticos naturais

Os suplementos diuréticos naturais são ótimas dicas sobre o que é bom para quem tem retenção de líquido, uma vez que possibilitam uma redução do excesso hídrico com menor risco de reações adversas.

Entre as principais alternativas de suplementos, destaque para o Cactin, que é uma drenagem linfática em cápsulas, auxiliando na eliminação da retenção de líquidos, bem como no controle de peso corporal, suavização da celulite e sensação de pernas cansadas.

Outra opção é o Thiomucase 75 UTR, que dá suporte no combate da retenção, contribuindo para eliminar o excesso de líquido, bem como para reduzir medidas e minimizar a aparência da celulite. Paralelamente, também ajuda a amenizar cólicas menstruais e a melhorar a saúde da pele.